Mais de metade das casas já tem contadores inteligentes.

Serviços inovadores só são possíveis em apenas um terço dos contadores já instalados, diz a ERSE.
puhimec
Este artigo foi publicado há, pelo menos, 3 anos, pelo que o seu conteúdo pode estar desatualizado

3 212 505. Este é o número de contadores inteligentes já instalados nas casas portuguesas. Segundo o portal Idealista, que cita dados da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE), este equipamento já está instalado em 52% das instalações de Baixa Tensão Normal (BTN) de Portugal Continental. 

“Mais de 52% dos clientes de BTN já tem instalado um contador inteligente, estando previsto que a quase generalidade dos clientes tenha um contador inteligente no final de 2024”, refere o regulador. 

No entanto, apenas “22% dos clientes” podem, de facto, aproveitar todas as funcionalidades deste equipamento que permite leituras remotas detalhadas, alertas de consumo mensais, disponibilização dos dados de consumo ou alteração remota da potencia contratada. 

Évora é o distrito em que a percentagem de clientes BTN é maior, correspondendo a 76% de clientes abrangidos. Pelo contrário, Viana do Castelo tem o menor número de clientes abrangidos (apenas 35%). O distrito de Baraga está no meio da tabela com metade dos clientes BTN a já terem acesso aos contadores inteligentes. 

Como posso ter um contador inteligente em casa? 

Ao contrário do que é feito quando se subscreve um serviço como a eletricidade, o consumidor não pode pedir para ter em casa um contador inteligente. Segundo o site da EDP Comercial, “os contadores inteligentes são instalados por critérios geográficos acordados pelo operador da rede de distribuição com a ERSE”. 

O cliente é contactado por carta informando-o do dia e hora estimada em que um técnico da E-REDES (nova designação da EDP Distribuição) fará a mudança do contador. A presença do cliente não é obrigatória, mas é aconselhada para que possa perceber como é que funciona o novo contador. Não é necessário a apresentação de nenhum documento pessoal ou fatura: caso tal lhe seja solicitado, deve contactar a E-REDES pois poderá tratar-se de uma burla. O técnico virá devidamente identificado, não solicitando quaisquer dados ao cliente. 

Total
0
Partilhas
Artigo anterior

Um guia para os Censos 2021

Artigo seguinte

Crédito à habitação: BdP recomenda redução do prazo máximo

Há muito mais para ler...